Projeto Social Caravana Siga Bem chega na Bahia e Rio Grande do Sul.

27 OUT 2018
27 de Outubro de 2018

Edição 2018 do projeto social chega com suas equipes aos estados da Bahia e de Rio Grande do Sul, onde promoverão atendimento gratuito aos caminhoneiros e comunidade local

A saúde e a segurança são preocupações constantes na edição 2018 da Caravana Siga Bem. As duas equipes do projeto estão percorrendo as estradas brasileiras desde agosto deste ano e vão até março de 2019 propagando ações de cidadania aos caminhoneiros e às comunidades locais por onde o projeto passa.

Na programação das equipes da Caravana Siga Bem – uma no eixo Norte e outra no Sul –, que é signatária do pacto global e dos 17 ODS para 2030, da ONU, serviços gratuitos de saúde (testes de glicemia, aferição de pressão arterial, vacinação e exames rápidos de HIV e sífilis, além de orientação sobre febre amarela, zika e chikungunya, entre outras) e palestras que serão dadas pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) dentro do projeto “Cinema Rodoviário”. O objetivo é orientar e conscientizar os motoristas sobre a importância da direção segura e responsável para a diminuição do número de acidentes nas estradas do País. O atendimento de saúde conta com o apoio das equipes das secretarias municipais. A ação é apoiada pela ONU Brasil, por meio da OPAS/OMS.

Equipes estão em Tucano/Caldas do Jorro (BA) e Caxias do Sul (RS)

As equipes da Caravana Siga Bem 2018 já estão nos  estados da Bahia e do Rio Grande do Sul, onde promoverão as ações do Projeto, nesta sexta (26) e neste sábado (27). A equipe do eixo Norte vai a Tucano, no Posto Jorrinho, na BR-116km 294; enquanto a do eixo Sul, desenvolve suas atividades no Posto Squizzato, na RSC-453 (Rodovia do Sol), km 71,2 em Caxias do Sul. Nas duas ações, os atendimentos aos caminhoneiros e moradores locais acontecerão das 13h às 20h.

Caravana Siga Bem volta à estrada para desvendar histórias

Com patrocínio da Petrobras Distribuidora e sua Rede de Postos Siga Bem, a 11ª edição do projeto tem novo formato e percorrerá 81 cidades brasileiras colhendo depoimentos de caminhoneiros e carreteiros, e fazendo um grande painel da vida na estrada

A Caravana Siga Bem 2018, que voltou às estradas no início de agosto, já percorreu 11 mil quilômetros Brasil afora, com suas duas equipes (Norte e Sul), passando por treze estados (MG, GO, TO, PA, RN, PB, PE, CE, AL, SE, SP, PR e  SC) e pelo Distrito Federal. As equipes já visitaram as cidades de Uberaba, Rio Verde, Brasília, Simolândia, Gurupi, Pugmil, Araguaína, Paragominas, Ananindeua, Assu, Cachoeira dos Índios, João Pessoa, Goiana, Caruaru, São Caitano, Arcoverde, Penaforte, São Miguel dos Campos E Umbaúba, pelo eixo Norte; e Uberlândia, Ituiutaba, Centralina, Araporã, Campina Verde, Onda Verde, Registro, Pariquera-Açu, Antonina, Campina Grande do Sul, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Araquari, Itajaí e Santa Cecília, pelo eixo Sul.

Em novo formato, o projeto está na 11ª edição e irá percorrer durante seis meses, entre agosto de 2018 e março de 2019, mais de 25 mil quilômetros de rodovias, visitando 81 municípios, 23 estados e o Distrito Federal.

A novidade neste ano é a interação que o caminhoneiro está tendo com seus colegas de estrada por meio de um bate-papo com a equipe do projeto. Em cada parada, histórias diferentes, um causo ou um depoimento do dia a dia de quem percorre milhares de quilômetros para ganhar o pão, levando as riquezas do País. E todas essas experiências de vida estão compartilhadas no programa Brasil Caminhoneiro e nas redes sociais da Caravana Siga Bem, com fotos e vídeos, além de textos para o site.

Mas, as novidades não param por aí. Para que uma viagem seja tranquila e segura, é preciso estar com a saúde em dia. E a Caravana Siga Bem, que é signatária do pacto global e dos 17 ODS para 2030, dispõe de uma tenda com serviços de saúde, tais como: testes de glicemia, aferição de pressão arterial, vacinação e exames rápidos de HIV e sífilis e orientação sobre doenças como: febre amarela, zika e chikungunya, entre outras. O atendimento é feito pelas equipes de saúde das secretarias municipais Brasil afora e apoiada pela ONU Brasil, por meio da OPAS/OMS.

A partida se deu no início de agosto, com a equipe do eixo Norte visitando Uberaba, em Minas Gerais, depois Rio Verde, em Goiás; e a do eixo Sul, iniciou suas atividades em Uberlândia, no interior de Minas Gerais. O projeto tem previsão de encerramento em março de 2019, com o evento que elegerá o “Caminhoneiro do Ano”. O roteiro oficial da Caravana Siga Bem 2018 pode ser consultado no site: http://www.caravanasigabem.com.br

Sua história vale prêmios

Nesta 11ª edição da Caravana Siga Bem, uma nova promoção vai revelar àquelas histórias que você sempre quis dividir com os amigos, e você ainda poderá ganhar prêmios. Todo caminhoneiro habilitado nas categorias C, D e E poderá enviar um vídeo, de até 1 minuto, que deverá ser gravado por ele dentro de algum posto da Rede Siga Bem, no qual ele contará sua ligação com a Rede de postos Siga Bem. A ideia, segundo o diretor da Caravana Siga Bem, Alexandre Côrte, é descobrir como a Rede Siga Bem participa da vida de milhares de motoristas. “O slogan ‘Sua casa fora de casa’ é o ponto de partida para que esses caminhoneiros contem um pouco do dia a dia nas estradas brasileiras”.

Ao final de cada mês, um júri escolherá os 15 melhores vídeos, que serão postados, para votação pública, no site do Projeto, e ganharão R$ 300,00 em créditos no cartão da Caravana Siga Bem. Os cinco vídeos mais votados receberão créditos adicionais de R$ 500,00 cada um, para consumo nos postos da Rede Siga Bem.

Concurso “Caminhoneiro do Ano” 2018

O concorrido concurso “Caminhoneiro do Ano” 2018 vai premiar o vencedor com um caminhão Ford, modelo Torqshift 2431, zero quilômetro, já com o baú incluído, no valor total de R$ 260 mil. Neste ano, a participação está vinculada exclusivamente à compra de produtos ou serviços na Rede Siga Bem. A cada R$ 500 consumidos, o motorista que se cadastrar na promoção recebe um código que lhe dará cinco chances de participar respondendo as questões de múltiplia escolha, disponíveis no sistema da Caravana Siga Bem. Quanto mais você concentrar seus abastecimentos nos postos da Rede Siga Bem, mais chances de testar seu conhecimento e garantir a melhor posição no ranking de sua região. Serão 15 questões relacionadas às leis de trânsito, direção defensiva, mecânica e cidadania.

Como nas edições anteriores, a promoção é exclusiva para motoristas com habilitação C, D ou E com no mínimo 5 anos de carteira. As provas serão feitas exclusivamente pela internet, por meio do site da Caravana Siga Bem. Com o objetivo de abrir uma nova frente de participantes e novos campeões, os motoristas que foram finalistas nos concursos das últimas dez edições do Projeto, não poderão participar desta edição.

Ao final do projeto, os 15 classificados, três melhores de cada uma das cinco regiões do País, irão à capital paulista, com um acompanhante, com todas as despesas pagas, e disputarão a grande final. Nela, os concorrentes serão avaliados em testes teóricos, orais e práticos, sendo que nestes últimos, os jurados analisarão as habilidades dos motoristas para uma direção segura. As qualidades avaliadas serão, principalmente, cidadania, competência e profissionalismo no volante.

Sua casa fora de casa

A Petrobras busca reafirmar a cada momento o slogan “Sua casa fora de casa”, quando o assunto é posto de serviço nas estradas do País. Para que o slogan corresponda cada vez mais à realidade, a empresa e seus revendedores investem no aprimoramento dos postos de serviço, o que permitiu atingir 89 estabelecimentos credenciados pela Rede de Excelência Siga Bem na edição de 2018.

Nos postos da Rede Siga Bem o consumidor encontra combustíveis certificados pelo programa De Olho no Combustível, a linha de lubrificantes Lubrax, Flua – o Arla 32 da Petrobras –, serviços como o Controle Total de Frotas (CTF-BR) e o programa de fidelidade Petrobras Premmia, além da Caravana Siga Bem.

Fonte: Caravana Siga Bem

O post Projeto Social Caravana Siga Bem chega na Bahia e Rio Grande do Sul apareceu primeiro em Transporte Digital News.

     
Voltar